PT | EN

Serra da Estrela


Serra da Estrela – Lagoa Comprida, Covão dos Conchos, Covão d’Ametade e as Minas de Círio.

A serra da Estrela é uma zona de paisagem integrada no Parque Natural da Serra da Estrela, e a maior área protegida em solo português.
Além da neve, da fauna e flora extraordinárias, o viajante é também atraído pela orografia de proporções colossais (Cântaro Magro) bem como pela riqueza humana, cultural, histórica e gastronómica da região.
A Serra é também rica do ponto de vista hidrológico. Deste maciço escorrem numerosas linhas de água que irão beneficiar as três maiores bacias hidrográficas do país: Douro, Mondego e Tejo. Sem que se apercebam, todos os dias, os habitantes de Lisboa, Porto e Coimbra usufruem e dependem da água proveniente da Serra da Estrela.

Covão d’Ametade

O muito conhecido Covão d’Ametade é dos lugares mais utilizados pelos viajantes para degustarem as suas merendas e não é para menos… Este lugar é maravilhoso, é descansar tranquilo numa floresta de vidoeiros, trocos esbranquiçados em perfeita comunhão com a paisagem agreste que daqui se vislumbra. O Covão d’Ametade nasceu de uma antiga lagoa de origem glaciar e situa-se a 1.420 metros de altitude, no sopé do maciço do Cântaro Magro, onde nasce o Rio Zêzere. O Rio Zêzere atravessa todo o Covão e corre vale abaixo, pelo Vale Glaciar.

Lagoa comprida

A Lagoa Comprida é a mais conhecida e a maior das lagoas do maciço superior da Serra da Estrela. Construída a partir de uma lagoa natural, constitui o principal reservatório de água da serra da Estrela.

Covão dos Conchos, a famosa lagoa com um buraco no meio.

“Há uma imagem surpreendente na Serra da Estrela que está a correr as redes sociais. Um túnel criado na barragem de Covão dos Conchos parece um poço sem fundo”. “Mas isto fica em Portugal? Mas a terra está a ceder?” Parece que algo não está certo. Os olhos argumentam que aquele furo no lago não devia existir. Mas existe. E é cá. Está na Serra da Estrela.
Não é nenhuma ilusão ótica ou o cenário de um filme de ficção científica, mas um sumidouro que “foi construído em 1955 pelo homem”. Sob o buraco, existe um túnel que suga e leva a água da Lagoa dos Conchos para a Lagoa Comprida.

Valezim e as Minas de Círio

Valezim situa-se numa região rica em história, destacando-se alguns quilómetros a Norte o Cabeço do Castro, assim chamado porque aqui existiu um castro pré-romano (infelizmente destruído ao longo dos séculos para fornecer pedra a casas e socalcos), onde poderá ter vivido o célebre pastor Viriato, o qual combateu heroicamente os romanos invasores.
As minas do Círio desenvolveram-se com a segunda grande guerra, devido à enorme procura de minério de volfrâmio e estanho, que aqui ocorrem numa série de filões oblíquos, na zona de contacto entre os xistos câmbricos e os granitos da Estrela.

É junto ao marulhaste, encontro das frescas águas da serra onde cresceu Valezim, que se inicia este percurso pedestre Minas do Círio. Um trilho de descoberta que ao longo de 7,5Km revela algumas das mais belas paisagens rurais e naturais desta freguesia, as suas gentes e costumes, e a rica flora e fauna local.

O percurso termina junto às minas de estanho e volfrâmio do Círio, mais um marco da história (recente) desta freguesia, junto a uma apertada garganta da ribeira de Valezim, num recanto natural de grande beleza cénica. Esta ribeira, afluente do rio Alva, acompanha de perto o trajeto da maior parte do percurso pedestre, sendo comum observar-se ao longo das suas margens os coloridos lagartos-de-água, e, por vezes, as divertidas mas muito esquivas lontras.

Sexta Feira, 20 de Abril

– 19:30 H – Saída de Lisboa para Nelas.

Sábado, 21 de Abril

– 08:30 H – Deslocação para a Serra da Estrela.
– 10:00 H – Inicio do percurso pedestre Rota das Lagoas (Lagoa comprida, lagoa covão dos Conchos, lagoa redonda, Albufeira da barragem do covão do Forno, vistas sobre a Lagoa Escura e Albufeira da Barragem do Covão do Curral). 11 Km. Circular, dificuldade média.
– 13:00H – Almoço (farnel que cada um levar na mochila).
– 14:30 H – Visita à Torre (Ponto mais alto da serra da Estrela e de Portugal Continental a cerca de 2000 metros de altura).
– 16:30 H – Deslocação para o Covão d’Ametade. Percurso pedestre Lagoa dos Cântaros. 5 km dificuldade medio+. (Este percurso é opcional. Quem o não quiser fazer pode ficar a desfrutar deste maravilhoso local).
– 20:00 H – Jantar em restaurante.

Domingo, 22 de Abril

– 09:00 H – Deslocação para Valezim/Seia.
– 10:00 H – Inicio do percurso pedestre Trilho Minas do Cirio, 7.5 Km. Circular, dificuldade média.
– 13:00H – Almoço (farnel que cada um levar na mochila).
– 15:30 H – Regresso a Lisboa.

Preço do programa: 168 € (o vencedor deste passatempo terá um desconto de 10% na inscrição)

Para qualquer esclarecimento ou condições de pagamento favor contactar Fernando Lopes - 914 839 887 ou caminhadas.smile@gmail.com

Esta atividade tem número limitado de 20 participantes. As inscrições devem ser feitas para caminhadas.smile@gmail.com com o nome, nif e contacto dos participantes.

A atividade está coberta por seguro.

Dicas:
- Usar calçado para caminhada e com boa aderência ao solo.
- Uso de vestuário adequado ao tempo.
- Chapéu e protetor solar.
- Farnel e água 1.5 l.
- Máquina fotográfica para tirar recordações

Muito obrigado pela sua participação.

Saudações com Smile

Fernando Lopes
914 839 887
Caminhadas Smile
Registo RNAAT nº 642/2015

Facebook: https://goo.gl/KbE2Q5

Divulgue o código ESTRELA pelos seus amigos para que todos possam participar!


Caminhadas Smile

Pta Pintor José Felix, 1 - 3C
   2720-457 Amadora
914 839 887

SelectandWin
Facebook
Tweets by SelectAndWin Twitter

Reviews

Review